Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

São Pedro e São Paulo, apóstolos

De Dentro Geral, Vida dos Santos Em 25/06/2018


Pedro era um pobre pescador da Galiléia e Paulo, um tecedor de tendas do Império Romano. Dois personagens profundamente diferentes, assim como também foram diferentes o modo de encontrar e se relacionar com Jesus. Dia 29 de Junho a Igreja celebra os dois santos como pilares fundamentais da fé cristã. Eles personificaram a Igreja, portanto, esta é uma festa de comunhão para toda a Igreja.

 

 

A história de Pedro e Paulo

Simão, chamado de Pedro por Jesus, foi um dos Apóstolos do Messias e escolhido para ser o primeiro Papa da Igreja Católica (Cf. Mt. 16,18). Nasceu na Galiléia, pescador de Cafarnaum, foi um dos primeiros chamados por Jesus e o seguiu em todas as suas pregações. Negou Jesus por três vezes depois de sua prisão e, depois da Ressurreição, foi eleito como guia da comunidade cristã de Jerusalém. Sua pregação chegou a Roma, onde morreu mártir, durante as perseguições de Nero. Detido no cárcere Mamertino, em Roma, foi crucificado, por seu pedido de cabeça para baixo, entre 64 e 67 d. C., onde hoje está a Basílica Vaticana (clique para ler mais).

Igreja do Primado de São Pedro, lugar da confirmação de São Pedro – Galileia.


Paulo de Tarso, nasceu na Turquia entre o 5 e 10 d.C, e pode ser definido como o “Apóstolo dos Gentios”, (Cf. Atos 9, 4-6), devido à força de sua pregação e pelas viagens que realizou entre a Ásia Menor, a Grécia e a Itália. Se pode dizer, sem dúvidas, que o Cristianismo moderno foi modelado pela pregação paulina, da qual se conservam notáveis Epístolas, que formam as principais do Novo Testamento: aos cristãos de Tessalônica, de Filipos, de Éfeso, de Colossos, e as cartas aos seus colaboradores Tito e Timóteo. Paulo foi preso em Jerusalém depois de sua terceira viagem, e uma vez, comunicada sua cidadania romana, obteve o direito de ser julgado em Roma, onde passou dois anos em uma prisão domiciliar, por volta do ano 62 d. C. Também Paulo morreu durante as perseguições de Nero, sendo decapitado, onde hoje está a Abadia das Três Fontes (Tre Fontane), em Roma. Clique para ler sobre a Conversão de Paulo.

 

Peregrinação ao túmulo dos Apóstolos

Desde os tempos da perseguição de Nero, os cristãos já falavam da necessidade de viajar até Roma para “confessar” a própria fé sobre as tumbas dos Apóstolos. O culto aos santos Apóstolos se difundiu rapidamente em todo o Império e com o passar dos séculos, a cidade de Roma viu surgir igrejas e capelas, em honra de seus patronos, desde o cárcere Mamertino, o mais antigo do mundo, passando pela Igreja do “Quo Vadis”, situada na Via Appia, próximo às Catacumbas de são Calisto, em Roma.

A data 258 d. C., revela que a partir desse ano se celebrava a memória dos dois Apóstolos em 29 de junho na Via Appia ad Catacumbas (perto de São Sebastião fuori le mura), pois nesta data os restos dos Apóstolos foram trasladados para o local descrito acima. Mais tarde, talvez com a construção da Igreja sobre as tumbas no Vaticano e na Via Ostiensi, os restos foram restituídos a seu anterior descanso: os de Pedro na Basílica Vaticana e os de Paulo na Igreja na Via Ostiensi. São Pedro e São Paulo, rogai por nós.

 
Fonte:

  • Santi e Beati
  • Bíblia Sagrada

 



Conheça nossos roteiros de viagens religiosas


Nós temos condições especiais pra você, entre em contato com a gente: [email protected] ou pelo whats app!

Compartilhe!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.