Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

São Jorge: o Santo da força

De Dentro Geral Em 22/04/2021


Você provavelmente conhece ou é devoto de São Jorge. Isso porque ele é um dos santos mais adorados e conhecidos no Brasil. Mas não é só aqui que São Jorge tem devotos fervorosos, por todo o mundo encontramos um pouco da história e de fiéis do Santo das batalhas. Com uma imagem forte de força e fé, São Jorge é reconhecidamente o santo que nos ajuda a enfrentar as dificuldades.

Por isso, hoje, vamos saber um pouco mais sobre São Jorge. E uma pergunta muito comum é:

São Jorge existiu?

Sim. Jorge de Lida nasceu no século III em uma família cristã. E este fato foi decisivo em sua vida. Desde muito cedo ele aprendeu a temer a Deus e a seguir os ensinamentos de Jesus Cristo. Jorge nasceu na região da Capadócia, Turquia, entre 250 e 281 d.C. 

Após a morte de seu pai, mudou-se para a Palestina com sua mãe. Embora tenha sido educado na religião cristã, seguiu a carreira militar e ingressou no exército do imperador Diocleciano. São Jorge é venerado em todo o mundo católico como mártir da Igreja, cuja celebração se dá no dia 23 de abril. Ele é considerado patrono dos cavaleiros, dos soldados, dos escoteiros, entre outros.

A vida de provações de São Jorge

Jorge acabou assumindo cargos elevados por seus méritos e o seu valor. E chegou até a se tornar um dos guardas pessoais como oficial das milícias do imperador Diocleciano. Nos três primeiros séculos aconteceram dez perseguições contra os cristãos, entre as quais, a última, realizada pelo próprio Diocleciano, que atingiu também Jorge.

Os cristãos sofreram penas muito duras, como por exemplo, a destruição das igrejas, o confisco dos bens, a entrega dos textos sagrados e até a condenação à morte. Jorge foi inúmeras vezes torturado para que renegasse a Jesus, mas isso nunca aconteceu. Ele não renegou a fé cristã e foi acusado de alta traição. Sofreu martírio provavelmente por volta de 303 d.C., e o seu túmulo se encontra em Lida, hoje conhecida como Lod, próxima a Tel Aviv, em Israel.

Túmulo de São Jorge – Lida.

A fé inabalável de São Jorge

A imagem de São Jorge na luta com o dragão é bastante simbólica e representativa para nós. A capa vermelha representa seu martírio, já a espada e a lança representam a palavra de Deus.

Como nos diz a Bíblia, a palavra de Deus é certeira:

“A Palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração”. (Hebreus 4,12)

O cavalo da cor branca remete a pureza e a santidade que são armas fundamentais para combater o mal simbolizado pelo dragão.

A lenda envolvendo São Jorge

Na tradição popular, conta-se que na cidade chamada Selem, na Líbia, havia um grande lago capaz de esconder um dragão. Ou seja, essa feroz criatura era um terror para a cidade inteira, matando quem passasse ali por perto.

Por esse motivo, os habitantes da cidade começaram a oferecer ao dragão as ovelhas do rebanho para diminuir sua ira. No entanto, as ovelhas não foram suficientes e os moradores tiveram que sacrificar outros animais e, por fim, não havendo mais animais, começaram a sacrificar os jovens, escolhidos ao acaso.

Um dia a sorte caiu sobre a jovem filha do rei, a princesa Silene, que deveria ser dado em sacrifício ao dragão.

Aterrorizado, o rei ofereceu o seu patrimônio e a metade do reino para salvar a sua filha, mas a população se rebelou porque já tinham visto morrer muitos jovens. Por fim, o rei cedeu e a princesa Silene se dirigiu ao lago para ser dada em sacrifício ao dragão.

Um cavaleiro de nome Jorge

Mas naquele momento, passava por ali um jovem cavaleiro chamado Jorge, que sabendo do sacrifício, tranquilizou a princesa, prometendo evitá-lo. Dessa forma, quando o dragão saiu das águas, soltando fogo e mostrando a sua ira, Jorge não teve medo e perfurou o peito do dragão com sua lança, ferindo-o e fazendo-o cair por terra.

Depois disso, disse à princesa Silene para não ter medo, mas que pegasse o cinto e envolvesse o pescoço do dragão que ele a seguiria docilmente. Diante do milagre, o rei e toda a população se converteram e o dragão foi morto.

 Ao final do século XI, os cruzados escolheram São Jorge como o protetor de suas batalhas. Eles adotaram a cruz de São Jorge como bandeira, sendo esta uma cruz vermelha com fundo branco. A difusão da fé em São Jorge foi tanta que o culto começou a se difundir por toda a Europa, tanto que se tornou patrono da Inglaterra, de Portugal e da Lituânia.

Cavaleiros da Cruzada

A mensagem sobre São Jorge

Talvez, a função histórica do santo envolvido na lenda, seja aquela de recordar ao mundo uma ideia muito simples, mas fundamental: o bem predominando sobre o mal. O que remete ao fato de atentarmos às escolhas fundamentais da vida e não nos deixarmos nos enganar pelas aparências.

São Jorge com sua expressão forte de guerreiro armado tem, principalmente, uma arma muito maior e mais eficaz que é a . O verdadeiro poder de São Jorge vem pela intercessão de Nosso Senhor que nos mostra a força da fé.  Nas simbólicas lutas pessoais e coletivas, peçamos ao guerreiro São Jorge a intercessão de sua força.

Oração de São Jorge

São Jorge, guerreiro vencedor do dragão, rogai por nós.


Ó São Jorge, meu guerreiro, invencível na Fé em Deus,
que trazeis em vosso rosto a esperança e confiança
abra os meus caminhos.

 Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos,
que tendo pés não me alcancem,
tendo mãos não me peguem,
tendo olhos não me vejam,
e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,
facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar,
cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda
com o poder de sua santa e divina graça,
Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino,
protegendo-me em todas as minhas dores e aflições,
e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder,
seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus,
estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas,
defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza,
e que debaixo das patas de seu fiel ginete
meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós.
Ajudai-me a superar todo o desanimo e alcançar a graça que tanto preciso: 

Dai-me coragem e esperança fortalecei minha FÉ e auxiliai-me nesta necessidade.
Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. 

Amém

Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.