Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Santo Inácio de Loyola

De Dentro Geral, Vida dos Santos Em 31/07/2018


Dia 31 de Julho se comemora o Dia de Santo Inácio de Loyola. Inácio nasceu em 24 de dezembro de 1941, no castelo de Loyola, na Espanha. Último de treze irmãos, sua mãe morreu quando tinha apenas sete anos, quando passou a viver na corte sob a responsabilidade de seu parente Juan Velasquez, tesoureiro do reino de Castilha. Em 1517, entrou para o exército, mas ferido durante a Batalha de Pamplona (1521) teve que passar um longo período no castelo de seu pai para recuperar-se. Durante esse período de convalescença, leu numerosos textos religiosos sobre a vida dos santos e a vida de Jesus, o que o leva à conversão. Decidiu inspirar-se em São Francisco de Assis e foi viver na Terra Santa como mendicante, mas foi obrigado a retornar à Espanha.

 

Os Exercícios Espirituais

Inácio elaborou um método próprio de oração e contemplação resultado de suas experiências, o que mais tarde se tornou os “Exercícios Espirituais”, método que descreve uma série de meditações, que será adotado pela Ordem dos Jesuítas. Depois de estudar em Paris para aprofundar a própria cultura literária e teológica, funda em 1534 a Companhia de Jesus, com o objetivo de viver como missionários em Jerusalém ou em outros lugares segundo as determinações do Papa. Em junho de 1537, Santo Inácio foi ordenado sacerdote, em Veneza. Queria, a princípio, se estabelecer em Jerusalém, mas o lugar, estava em guerra. Sendo assim, resolveu partir para Roma e se colocar à disposição da Igreja e do Papa. No caminho, parou na Capela de La Storta e teve uma visão mística maravilhosa da Santíssima Trindade. A Companhia de Jesus, com a intenção de reforçar a Igreja de Roma, inicialmente, contra o protestantismo, será determinante no sucesso da Contrarreforma. Inácio de Loyola, morreu em Roma em 31 de julho de 1556. Após a sua canonização, o corpo foi colocado em uma urna de bronze dourado na Capela de Santo Inácio, na Igreja de Jesus (Chiesa di Gesù) em Roma.

 

 

A Igreja de Santo Inácio em Roma

Em 1626, o Cardeal Ludovisi mandou construir uma igreja em honra a Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus (Ordem dos Jesuítas). A Igreja foi edificada ao lado do Palácio do Colégio Romano. A Igreja possui uma planta em forma de cruz latina, com uma abside e muitas capelas laterais. Possui também uma tela com 13 metros de diâmetros que imita uma cúpula sustentada por colunas. Para admirar essa perfeição, é necessário colocar-se em um ponto indicado no chão por um disco de mármore. O interior da igreja é caracterizado por pedras preciosas, mármores, estuques e dourado, que cria uma atmosfera teatral.

 

Casa de Santo Inácio em Roma

Os cômodos onde viveu Santo Inácio (1491-1556), que em 1534 fundou a Companhia de Jesus, se encontram dentro da Casa Professa, também conhecida como Colégio Internacional dos Jesuítas, que conserva a primeira obra romana de Andrea Pozzo (1642-1709), um irmão jesuíta. Ele realizou toda a decoração do corredor de acesso aos cômodos, um ambiente estreito e baixo, decorado com o sistema de perspectivas anamórficas, segundo o qual as imagens se transformam pouco a pouco conforme se avança para o centro do ambiente. Esses cômodos estão abertos para a visitação grátis, sendo necessário agendamento prévio.

 

Casa de Sto. Inácio, chamada a Torre, situada na parte dr trás da Basílica


 

Mosteiro de Montserrat em Barcelona

Em 1552, foi documentada uma visita de Santo Inácio de Loyola ao Mosteiro de Montserrat. O enorme complexo, na Catalúnia, está a 40 km de Barcelona e, é constituído por dois blocos de edifícios: de um lado está a basílica com as dependências dos monges e do outro lado, os edifícios destinados aos peregrinos e visitantes. A visita ao Mosteiro tem início na Praça da Cruz que recebe esse nome por causa da cruz que está à direita da praça e é um monumento dedicado a São Miguel Ancanjo, patrono da montanha de Montserrat. A figura mais representativa de todas as presente no Mosteiro é a de Santo Inácio de Loyola, um cavaleiro convertido, que veio a Montserrat para depor a sua espada aos pés da Virgem Maria. Ao chegar em Montserrat, preparou-se para a confissão de fé de toda a sua vida, entregou suas armas e suas roupas aos pés da imagem da Virgem de Montserrat – “La Moreneta” e vestiu o hábito. Permaneceu ali por um ano. Esse período é crucial para entendermos as suas motivações, pois marcou o início de sua grande obra: Os Exercícios Espirituais.

 

La Moreneta

Mosteiro de Montesserat

 

Mosteiro de São Pedro Mártir

Partindo de Montserrat, Santo Inácio continuou com uma rotina de severos jejuns, penitências e orações para combater a sua vaidade. Foi acolhido pelos dominicanos do monastério de São Pedro Mártir, onde compreendeu melhor o ideal apostólico. Santo Inácio era um homem dado a êxtases místicos e compreendia como ninguém as ações de Deus.

 

Basílica de Santa Maria del Mar de Barcelona

Nesta basílica o escultor Lau Feliu representou Santo Inácio de Loyola como um mendigo com a mão estendida e pés descalços pedindo esmola. Essa escultura de bronze foi colocada no lugar onde Inácio pedia esmolas durante sua estada em Barcelona, entre os anos de 1524 e 1526. Inácio ficou conhecido em Manresa como o “homem do saco”, porque ele entregou suas vestes de cavaleiro a um pobre e depois se vestiu com saco para continuar sua peregrinação até Montserrat. Por esse motivo, no lugar se pode encontrar um espaço que faça memória do santo, um espaço de oração e contemplação. Para quem passe por Santa Maria del Mar, há a possibilidade de aprender com a vida do santo, pois quem conhece a espiritualidade inaciana sabe que isso tem a ver com sua experiência vital. Dessa forma, em outro contexto e em outras circunstâncias, cada um de nós é chamado a ser peregrino, a buscar e a encontrar a Deus em todas as coisas, e a aprender com Inácio, a amar e a servi-lo em tudo.

 

Imagen de San Ignacio en Santa Maria del Mar, obra de Lau Feliu


 
Fonte:

  • Santi e Beati
  • jesuítasnobrasil.com

 



Conheça nossos roteiros de viagens religiosas


Nós temos condições especiais pra você, entre em contato com a gente: [email protected] ou pelo whats app!

Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.