Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Os caminhos de São Paulo

De Dentro Geral Em 18/06/2021


A vida de São Paulo foi desenhada por suas peregrinações. Elas tinham o intuito de levar a palavra de Deus ao povo. Depois de ter sua vida transformada, Paulo passou a peregrinar por muitas cidades e regiões. E é sobre estes caminhos que vamos tratar, lugares que foram modificados com a passagem de São Paulo.

Vamos juntos saber um pouco mais os incríveis caminhos de São Paulo! Para começarmos nossa peregrinação pelos caminhos de São Paulo, vamos antes saber como nasceu seu chamado.

Paulo antes de se tornar apóstolo

A conversão de São Paulo é uma passagem muito especial e bastante emblemática. Um momento muito celebrado pela Igreja. São Paulo era hebreu, nasceu em Tarso na Cilícia, hoje Turquia. Seu nome aquela época era Saulo.

Ele era cidadão romano, porque muitos dos cidadãos de Tarso possuíam a cidadania romana, isso graças ao acordo firmado por Pompeu em 67 a. C. A cidade de Tarso era importante centro de aprendizagem do mundo antigo, podemos como, por exemplo, Alexandria e Atenas: grandes centros universitários da época.

Cidade de Tarso, Turquia.

O terrível perseguidor

Paulo era filho de judeus devoto. Quando estava com idade apropriada foi enviado para estudar em Jerusalém, na Escola de Gamaliel, um célebre doutor. E foi sob sua direção, tornou-se um fiel observador da lei mosaica. E foi este zelo que fez de Paulo o mais terrível perseguidor dos primeiros discípulos de Jesus.

Cidade antiga de Jerusalém

A conversão de Paulo

Conhecido como um dos perseguidores mais terríveis, porém  em determinado dia quando Paulo estava indo à Damasco teve um encontro pessoal com Cristo, quando uma luz fulgurante vinda do Céu o envolveu, derrubando-o do cavalo.

Paulo não resistiu ao poder de Cristo, e rendido, perguntou: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9,6). Esta experiência às portas de Damasco mudou para sempre a vida de Paulo, e com a mesma intensidade com a qual era um perseguidor da Igreja, passa a ser um fervoroso missionário, que por meio de suas viagens apostólicas e numerosas cartas, anunciava o Evangelho às nações.

Paulo a partir de então, dedicou sua vida ao evangelho e as peregrinações para que pudesse espalhar a palavra de Deus como verdadeiras sementes de fé.

Basílica de São Paulo Fora dos Muros, Itália

 Paulo em Antioquia

Em sua primeira viagem, Paulo e Barnabé passaram por Antioquia da Pisídia. Lá puderam falar para os que estavam na sinagoga. Os missionários viram nesta cidade uma grande oportunidade para difundir a palavra do Senhor.

Em seu sermão, Paulo explicou sobre a história de Israel, contou sobre o cativeiro no Egito, a peregrinação de seus descendentes pelo deserto. Também falou sobre o período de quarenta anos vividos no deserto e dos maus costumes cometidos pelo povo naquela época.  

O grande orador

 A mensagem de Paulo chegou tanto por judeus como por prosélitos e eles queriam ouvir e saber mais. Os líderes da sinagoga de Antioquia pediram para que Paulo falasse mais no sábado seguinte e isso fez com que grande parte do público ouvinte passasse a seguir Paulo e Barnabé dada a eloquência e a eficiência dos ensinamentos passados sobre as mensagens de Cristo.

Antioquia, Turquia

Cristãos pela primeira vez

Dada a grande divulgação da mensagem de Cristo e a mudança espiritual daqueles que ouviram as palavras do evangelho, houve também um descontentamento por parte dos que não queriam mudanças.

Paulo passou a ser alvo de perseguição e então decide direcionar sua pregação aos gentios. Hoje, a região possui um grande sítio arqueológico próximo da moderna cidade de Yalvaç, mas na época de Paulo, a cidade era uma colônia romana significativa, porque era um ponto importante de passagem.

A comunidade foi tão edificada que se construiu uma igreja dedicada a São Paulo. Hoje é lembrada como um marco, onde pela primeira vez os seguidores de Jesus foram chamados de cristãos.

 Paulo em Konya

Paulo também passou por Icônio, atual Konya. Situada no planalto da Ásia Menor, era uma região importante pois ligava Éfeso, Antioquia e o Eufrates. Por isso, era via de transporte das tropas romanas e também uma região muito estratégica para a missão de Paulo.

Na sinagoga de Icônio, Paulo e Barnabé falaram com tal poder que uma multidão, composta de judeus e gregos, creu no Senhor (At 14, 1). Após muita perseguição e com o conhecimento de que havia planos para que Paulo  e Barnabé fossem apedrejados, os dois partem para Listra. Acontece que ali também era reduto romano com residentes judeus que se misturavam aos locais que eram pagãos.

Paulo morre em Konya?

Apesar da barreira da língua (Paulo falava grego e os locais falavam licaônio), foram recebidos e até confundidos com deuses pagãos, chegando a receber sacrifícios (At 14, 13). Ao perceberem, foram para a multidão e conseguiram  fazer e com que entendessem que eram somente homens como eles.

Porém, chegaram na região judeus da Antioquia e de Konya que convenceram a  população a apedrejar Paulo e Barnabé. Como pensaram que estavam mortos, tiraram eles da cidade. Mas, provavelmente, eles tiveram apenas um desmaio, pois no dia seguinte levantaram-se e regressaram pelo mesmo caminho até Perge e dali voltam para Antioquia de Psídia.

Este apedrejamento marcou  a  vida  de  São  Paulo  que  cita o episódio em sua carta aos Coríntios (II Cor 11,25) e ainda é  citado  na carta aos Gálatas: “Desde agora ninguém me inquiete, porque trago em meu corpo as marcas do Senhor Jesus.” (Gl 6,17).

Cidade de Corinto, Grécia

A cidade de Éfeso

Paulo passou mais de uma vez por Éfeso. A cidade era um grande centro de comércio exterior localizada no Mar Egeu e com uma posição privilegiada para o comércio. No entanto, Éfeso era uma cidade culturalmente  e intelectualmente muito avançada.

E foi nesta cidade que Paulo permaneceu evangelizando e ensinando tanto para gregos como para judeus. Paulo era muito eloquente em suas evangelizações e, além disso, usava da lógica para persuadir seus ouvintes que eram bastante cultos e instruídos.

Cidade de Éfeso

A cidade tinha uma das 7 maravilhas do mundo antigo, o templo dedicado à deusa Artemis ou Diana, deusa da fertilidade, a grande mãe das deusas de Éfeso. Aqui na comunidade já existente, Paulo encontra Apolo, um judeu convertido, mas que não reconhecia o Espírito Santo.

Paulo impõe as mãos e reza com eles e todos ficam cheio da graça do Espírito Santo (At 19,1-6). O apóstolo passou três anos em Éfeso e como resultado converteu a cidade e criando problema com os artesãos do templo, que acabaram perdendo espaço para a tão intensa  fé em Cristo . O evangelho pregado por Paulo certamente teve muito impacto e na mesma medida em que a palavra de Deus se difundia, também teve início perseguições implacáveis movidas por interesses religiosos, financeiros e  culturais.

Colossos

Colossos, também conhecida como Conas (hoje Honaz), é uma cidade da Frígia, localizada no rio Lico. Ela está localizada a cerca de 15 quilômetros a sudeste de Laodiceia, ou seja, perto da estrada que liga Éfeso ao Eufrates. Além disso, foi durante a a terceira viagem de Paulo que nasceu o ministério de Colossos. Esta cidade ficou famosa, acima de tudo, pela “ Carta aos Colossenses” em que Paulo fala das crenças errôneas que os afastavam da verdadeira fé em Jesus Cristo.

Os passos do apóstolo

A lista de cidades por onde São Paulo passou é muito grande.  E por elas, o apóstolo espalhou muito ensinamento. Acima de tudo, Os ensinamentos que ele transmitia tinham relação com a sua própria vivência e com os princípios de Deus. Nós sabemos da importância dos atos de São Paulo e da eficácia de suas palavras. O Novo Testamento é composto por 27 livros dos quais julga-se , além disso, que São Paulo teria escrito mais da metade. Isso nos mostra que o apóstolo foi um dos maiores líderes do cristianismo e trabalhou arduamente para que pudesse compartilhar a mudança que ele próprio testemunhou em sua vida ao reconhecer Cristo. Que todos nós possamos sentir a presença viva de Deus em nossas vidas, assim como São Paulo sentiu.

Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.