Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

O que é a Epifania para o cristão?

De Dentro Geral, Terra Santa Em 05/01/2018


A peregrinação por Belém

 

“Levanta-te, acende as luzes, Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor. Eis que está a terra envolvida em trevas, e nuvens escuras cobrem os povos; mas sobre ti apareceu o Senhor, e sua glória já se manifesta sobre ti. Os povos caminham à tua luz e os reis ao clarão de tua aurora. Levanta os olhos ao redor e vê: todos se reuniram e vieram a ti” (Is 60,1-4).

A Epifania, como afirmava o beato Papa Paulo VI – é a festa da Revelação divina na história humana. Esta celebração centra-se na adoração dos três Reis Magos ao Menino Jesus, um símbolo do reconhecimento de Cristo como salvador da humanidade – e é comemorado no dia 6 de Janeiro.

 

Os Magos representam toda a humanidade necessitada de um encontro com Deus – um Deus presente e que chama a todos. Eles tinham sede da verdade e, por isso, se colocaram a caminho. Assim sendo, os Magos nos recordam que não basta somente saber onde nasceu o Menino. É necessário ir ao seu encontro, reconhecê-lo como tal e adorá-lo. Para isso, precisa colocar-se a caminho, aceitando o cansaço de um caminho feito de luz e trevas, de busca e reflexão, de alegria e dores, de dúvidas e perguntas, de insegurança e de esperança.

São João Crisóstomo, vai dizer que os Magos não se puseram a caminho porque tinham visto a estrela, mas viram a estrela porque se tinham posto a caminho. O coração deles estava fixo no horizonte, e por isso, foram capazes de visualizar o que lhes mostrava o céu, simbolizando a imagem de todos as pessoas que não deixaram, na sua vida, anestesiar o próprio coração.

No dizer do Papa Francisco: “no percurso dos Magos do Oriente está simbolizado o destino de todo homem: nossa vida é um caminho iluminado por luzes que nos permitem entrever o caminho, até encontrar a plenitude da verdade e do amor, que nós cristãos reconhecemos em Jesus, luz do mundo”.

Peregrinar por Belém, entrar na Basílica da Natividade, adentrar a Gruta onde nasceu Jesus e tocar o lugar da Santa Manjedoura, é ser capaz de perceber essa novidade de Deus sempre presente na história da humanidade. É ter a coragem de continuar a sonhar e de colocar-se a caminho, retornando para casa com algo a mais no coração: a luz da estrela, que nos fará ser um dom para aqueles que diariamente encontramos em nosso caminho.

 
Fontes:

Compartilhe!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.