Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Lisieux: a pequena cidade com um tesouro florido

De Dentro Santuários Marianos, Vida dos Santos Em 21/08/2019


Atualizado em 30/07/2020.

 

Pense em um lugar que inspira calma. Acrescente ao seu pensamento muitas árvores e flores das mais variadas cores enfeitando os caminhos. Esse lugar é Lisieux! Essa pequena cidade da região da Normandia, na França, tem um nome que parece difícil de ser falado, mas em verdade, assim como o local, quando conhecemos vemos que é de extrema simplicidade e paz.

Rua de Lisieux que leva a Basílica de Santa Terezinha do Menino Jesus

Toda a beleza e charme da pequena cidade, que tem uma arquitetura de encher os olhos não são o que mais atrai os turistas. Lisieux ficou muito famosa por conta de sua mais ilustre moradora: Santa Teresinha do Menino Jesus. Vamos saber um pouco mais sobre a vida desta santa célebre no mundo todo?!

Santa Teresinha do Menino Jesus

Santa Teresinha do Menino Jesus

Santa Teresinha nasceu em 02 de janeiro de 1873 na cidade de Aleçon, na França. Sua família era bastante temente a Deus. Seu pai Luís Martim era joalheiro e já tinha querido ser monge, sua mãe, Zélie Guérin, era uma famosa bordadeira. O casal teve oito filhos, quatro morreram com pouca idade, restando em vida as quatro irmãs da santa; Maria, Paulina, Leônia e Celina. Graças aos seus pais, ela pode experimentar o amor de Deus em sua vida desde muito pequena.

Local dos restos mortais do pais de Sta. Teresinha

A mãe de Teresinha faleceu quando ela tinha apenas quatro anos. Esse acontecimento foi, obviamente, muito marcante para a menina que passou a ficar muito mais próxima de sua irmã mais velha, Paulina.

A família de Teresinha tinha grande vocação para a vida religiosa e Paulina, seguindo a própria vocação, entrou para o Carmelo. A separação das irmãs fez muito mal a Teresinha que ficou muito doente por se ver longe de sua grande companheira.

Nossa Senhora do Sorriso

Uma forte depressão abateu Teresinha. Ela ficou de cama por um tempo e nenhum médico conseguia curá-la e nem ao menos saber o que ela tinha. Toda sua família era muito devota a Deus e se uniam em oração. Seu pai colocou uma imagem de Nossa Senhora das Vitórias ao lado da cama de Teresinha. Mais tarde, em sua autobiografia, Teresinha vai contar como foi curada:

Quarto de Santa Terezinha com Imagem de Nossa Senhora do Sorriso.

“No dia 13 de maio de 1883, festa de Pentecostes, do meu leito, virei meu olhar para a imagem de Maria, e de repente a imagem pareceu-me bonita, tão bonita que nunca tinha visto nada semelhante. Seu rosto exalava uma bondade e ternura inefáveis, mas o que calou fundo em minha alma foi o sorriso encantador da Santíssima Virgem. Todas as minhas penas se foram naquele momento, e lágrimas escorreram de meus olhos, de pura alegria. Pensei: “A Santíssima Virgem sorriu para mim!” Foi por causa das orações que eu tive a graça do sorriso da Rainha do Céu.”

O chamado

A partirdesse dia, com apenas 14 anos, Teresinha decidiu entrar para o Carmelo. Sua primeira tentativa não teve sucesso por conta das regras da Igreja, mas ela não desistiu. Seu chamado era tão intenso que em uma viagem feita à Itália, Teresinha foi corajosa e pediu a autorização ao Papa Leão Xlll e este concedeu.

Em abril de 1888, com o nome de Teresa do Menino Jesus, ela realizou seu grande objetivo de vida e entra para o Carmelo. Foi a partir daí que pode se desenvolver sua vocação religiosa, sua vida se passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus. Todos os gestos e sacrifícios, do menor ao maior, ela oferecia a Deus pela salvação das almas e na intenção da Igreja.

Vocação para amar

Santa Teresinha amava a Deus de forma muito simples e verdadeira, e por isso fazia com que tudo no seu dia a dia se transformasse em amor, revelando ao mundo que a perfeição e a santidade podem estar nas pequenas coisas, nos pequenos gestos e obrigações cotidianas que fazemos com amor.

Santa Terezinha após entrar para o Carmelo

Teresinha nos deixou um legado com seus ensinamentos. Ela busca seguir sua vida numa a simplicidade profunda. Por um caminho de santidade baseado nas pequenas coisas, nos pequenos atos do cotidiano que, quando feitos com amor, produzem frutos de santidade. Ela dizia que não tinha forças para fazer grandes obras heroicas como dos santos famosos da Igreja, mas conseguiria fazer pequenas coisas.

Padroeira das Missões

Nos pequenos gestos e nas pequenas coisas estavam o segredo de sua santidade. Este amor que Teresa nutria por Deus também se materializava no amor ao próximo. Tanto que o mais profundo desejo do coração de Teresinha era ter sido missionária. E foi assim que ela se tornou a padroeira das missões sem nunca ter saído do Carmelo, pois para ela ser missionário não é uma questão de geografia, mas, sim uma questão de amor.

Uma chuva de rosas

Um fato curioso, é que Santa Teresinha ficava imensamente feliz quando jogava pétalas de rosas ao ver passar o Santíssimo Sacramento no ostensório, e também gostava de jogar flores no grande crucifixo que ficava no jardim do Carmelo. Por isso, antes de morrer, ela disse: “Vou fazer chover sobre o mundo uma chuva de rosas”, demonstrando que iria interceder a Deus, sempre por todos os povos. Por isso, na Novena de Santa Teresinha o fiel espera receber uma rosa como sinal de que seu pedido será atendido.

Santa Teresinha do Menino Jesus faleceu no dia 30 de setembro de 1897, com apenas 24 anos após sofrer por quase três anos de tuberculose, que naquela época não tinha cura. Em seu leito de morte sua última frase foi: “Não me arrependo de haver-me entregue ao amor. E com o olhar fixo no crucifixo exclamou: Meu Deus, eu te amo. ”

Logo após a sua morte, muitos foram os milagres atribuídos à Santa Teresinha. E em 1925, o Papa Pio XI canonizou Santa Teresinha do Menino Jesus, declarando-a, posteriormente, padroeira das missões. Em 1997, João Paulo II proclamou Santa Teresinha do Menino Jesus doutora da Igreja.

Santa Teresinha não só descobriu que no coração da Igreja sua vocação era o amor, como também sabia que o seu coração, e o de todos nós, foi feito para amar.

Um tesouro em forma de palavras

Santa Terezinha do Menino Jesus nos ensina que o amor está nos gestos simples. O amor puro e verdadeiro era um lema para a vida desta Santa. Ela é o verdadeiro tesouro da pequena cidade de Lisieux, que se divide em antes e depois de sua chegada.

Santa Teresinha faz florescer a esperança no coração de todos aqueles que a buscam. Todos os seus diários e ensinamento formam um legado de busca constante a Deus. Ela nos deixa a lembrança do poder da oração “A oração é um impulso do coração, um simples olhar para o céu, um grito de amor e gratidão na provação e na alegria; é algo enorme e divino que dilata o nosso íntimo e une a Jesus. ”

Uma cidade que inspira

A cidade de Lisieux foi o local escolhido por sua família para servir de lar. Ainda hoje quando visitamos a casa onde Santa Teresinha morou, podemos ver e sentir o tamanho da devoção daquela família.

Pertences da família

Foi nessa cidade que Santa Teresinha viveu e faleceu. E assim, ficou conhecida como a cidade de Santa Teresinha.

Local onde estão os restos mortais de Sta. Teresinha

A belíssima Basílica de Santa Teresinha foi a maior igreja construída na França no século XX, sua construção começou em 1929 e terminou em 1954 e seus muros estão cobertos com mosaicos que trazem mensagens à Santa Tereza, baseadas no seu amor infinito a Deus.

Basílica de Santa Terezinha do Menino Jesus

Oração a Santa Tereza do Menino Jesus

Ó Santa Terezinha, branca e mimosa flor de Jesus e Maria, que embalsamais o Carmelo e o mundo inteiro com vosso suave perfume, chamai-nos e nós correremos convosco, ao encontro de Jesus, pelo caminho da renúncia, do abandono e do amor. Fazei-nos simples e dóceis, humildes e confiantes para nosso Pai do céu. Não permitais que o ofendamos com o pecado. Socorrei-nos em todos os perigos e necessidades; socorrei-nos em todas as aflições e alcançai-nos todas as graças espirituais e temporais, especialmente a graça que estamos precisando agora, (fazer o pedido). Lembrai-vos ó Santa Terezinha, que prometestes passar vosso céu fazendo o bem a terra, sem descanso, até ver completo o número de eleitos. Cumpri em nós vossa promessa: sede nosso anjo protetor na travessia desta vida e não descanseis até que nos vejais no céu, ao vosso lado, contando as ternuras do amor misericordioso do Coração de Jesus. Amém.

Compartilhe!

Posts Relacionados

1 comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.