Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Igreja do Pai Nosso: o lugar onde as palavras ecoam

De Dentro Geral, Terra Santa Em 01/07/2020


Quando percorremos os caminhos de Jesus somos levados a momentos de muitas emoções e reflexões. Peregrinando de Casa pela Terra Santa nos sentimos mais próximos dos ensinamentos de nosso Pai. Por isso, o texto de hoje vai nos levar à Jerusalém, mais especificamente ao Monte das Oliveiras. Vamos percorrer o monte até chegarmos ao nosso destino: A igreja do Pai Nosso.

Um lugar repleto de significado

Iniciamos nosso caminho pelo Monte das Oliveiras. O monte tem esse nome por conta dos bosques de oliveiras que cobrem a colina leste da Antiga cidade de Jerusalém. Quando percorremos o Monte das Oliveiras, estamos percorrendo um dos lugares mais importantes dos arredores de Jerusalém. Sabemos da extrema importância deste local na vida de Jesus Cristo. Foi desse monte que Jesus profetizou que o Templo iria cair ( Lucas 19, 41-44). E após ter celebrado a última ceia, Jesus foi para o Getsêmani, que fica ao pé do Monte, para rezar ( Marcos 14, 26-42). Dos muitos acontecimentos passados no Monte das Oliveiras, também há a ida de Judas junto aos soldados para prender Jesus próximo ao jardim ( João 18, 1-12). E foi do topo do monte que Jesus ascendeu aos céus ( Atos 1: 6-12).

Sabemos que o Monte das Oliveiras é repleto de lembranças e ensinamentos. E em seu topo encontramos a Igreja do Pater Noster. Foi lá que Jesus ensinou a oração do Pai Nosso. Mas antes de adentramos metaforicamente à igreja do Pai Nosso, vamos nos lembrar da importância da oração que o Senhor nos ensinou.

O poder da oração

No Evangelho de Lucas temos o momento em que Jesus ensina a oração do Pai Nosso aos discípulos:

“E aconteceu que, estando ele a orar num certo lugar, quando acabou, lhe disse um dos seus discípulos: Senhor ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos.
E ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu.” (Lucas 11, 1-2)

É interessante pensar que os discípulos estando ali tão próximos a Jesus, poderiam ter pedido qualquer coisa. Poderiam ter pedido que Jesus os ensinasse a multiplicar pães, curar enfermos, ou qualquer outra necessidade mundana. Mas sabiamente os discípulos pediram que Jesus os ensinasse a rezar, assim como Ele fazia. Isso quer dizer, eles queriam aprender ao máximo com Jesus e esse aprendizado foi eternizado.

Os ensinamentos de Jesus vindo por meio da oração do Pai Nosso foram arrebatadores. Nós sabemos que a oração é classificada como o centro das Escrituras e serve como um modelo para as orações cristãs.

Um momento de união

Dizem que quando rezamos estamos conversando silenciosamente com Deus. Não importa a altura da sua voz, ao rezar, sua conexão se faz por meio da aliança com Deus. E assim é a oração; é através dela que nos entregamos e entregamos nossos anseios, graças e aflições.

A oração do Pai Nosso, além de ter desígnios e ensinamentos essenciais, também nos emociona profundamente. Se deixarmos de lado a repetição desprovida de sentido e a forma maquinal de rezar, podemos sentir um maravilhamento vindo da oração. Pois a entrega que fazemos ao rezar o Pai Nosso, nos faz sentir em união. Não é a toa que estamos falando da oração que o Senhor nos ensinou!

O poder da simplicidade

Em poucas linhas, em poucos minutos, temos os ensinamentos mais profundos, o essencial para os cristãos. No início da oração do Pai Nosso, oramos para que sejamos levados em Sua direção; com a Santificação do Seu nome, com a vinda do Seu reino junto a nós. E que haja a predominância da Sua vontade. Seguimos pedindo pela misericórdia do olhar do Pai para que tenhamos o pão da alma e o pão da vida. Pedimos o perdão para nós e somos lembrados do perdão que devemos conceder a quem nos tenha ofendido. E, lembrando da nossa pequenez, pedimos que o Senhor nos proteja das tentações para que fiquemos livres de todo o mal.

As poucas palavras ditas na oração do Pai Nosso nos levam a refletir sobre nossas necessidades e fortalecem nosso elo de amor e confiança com nosso Criador. Para saber mais sobre o momento do ensinamento da oração, vamos voltar ao local em que ela foi ensinada.

A igreja do Pai Nosso

Andando pelas ruas da antiga Jerusalém, em direção à Igreja do Pai Nosso, nem imaginamos que ao passarmos por uma pequena porta, encontramos um lugar tão bonito e que inspira tanta paz. Passamos pela pequena porta e entramos nesse complexo hoje administrado pelas irmãs carmelitas chamado Igreja do Pai Nosso (também conhecida como Pater Noster).

No século IV d.C., no ano de 326, o imperador Constantino mandou construir, no local que guardava a Gruta onde Jesus ensinou o Pai Nosso, uma imponente basílica. A construção foi um pedido de sua mãe, Helena. A igreja que visitamos hoje já passou por algumas reformas.

Na invasão persa do ano de 14 foi destruída e depois uma outra foi erguida pelos Cruzados. Em meio a tantas marcas da História, o que nos salta aos olhos, são as paredes cobertas de painéis de cerâmica com mais de setenta inscrições em línguas diferentes com a oração do Pai Nosso. Depois que passamos pela Gruta e geralmente dedicamos um monte para fazermos a oração do Pai Nosso, ainda podemos seguir por corredores repletos das orações do Pai Nosso em diferentes idiomas.

Por receber peregrinos do mundo todo, é muito comum vermos as pessoas ansiosas para acharem a placa que tem a oração com o idioma de seu país.

Quando encontramos, nossa vontade é logo de registrar esse momento! Nossos peregrinos adoram essa foto!

A gruta do ensinamento

Andar em meio às várias placas com a oração do Pai Nosso, em línguas diferentes, nos faz pensar no imenso alcance dessas palavras e na força que tem a oração. Mas o local que mais toca nosso coração não é tão iluminado nem tão amplo. Estamos falando da Gruta onde a oração foi ensinada.

A tradição nos conta que Jesus ensinou a oração do Pai Nosso a seus discípulos em uma gruta. Esse local tão emblemático para nós é chamado de Gruta do ensinamento. Acredita-se que Jesus tenha estado nessa gruta com seus discípulos muitas vezes, lá muitos mistérios teriam sido instruídos. A Bíblia nos conta que o ato de ensinar a oração aos discípulos não foi programado, Jesus a realizou devido a um pedido espontâneo.

Neste local nasceu a oração que acompanha os cristãos desde os primórdios da fé. Uma oração que também nos mostra que não estamos sozinhos, assim como nos diz Mateus em seu Evangelho ( Mt 6, 8-9) “… o vosso Pai sabe do que precisais, antes de vós o pedirdes. Vós, portanto, orai assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome…”

Compartilhe!

Posts Relacionados

6 Comentários

  • João Lucas 4 MESES AGO

    Simplesmente emocionante! ❤️

    Responder
    • Delvira 4 MESES AGO

      Verdade, meu querido!!

      Responder
  • Lara Costa 4 MESES AGO

    Uau! Sensacional!!

    Responder
  • Lara Frasson 4 MESES AGO

    Amém!! Deus os abençoe ❤️

    Responder
  • Júlia 4 MESES AGO

    Maravilhoso!!!! Um presente😍🙏🏻

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.