Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Entre a miséria e a misericórdia

De Dentro Geral Em 03/04/2019


Ainda trazemos na mente e no coração a parábola do filho pródigo da liturgia do último domingo: foi uma parábola com a qual o Senhor nos exortou a acreditar na infinita misericórdia do Pai celeste e a nos possibilitar a reconciliação com ele para viver na verdadeira paz da alma. Hoje passamos da parábola para a realidade: Jesus dá todo o seu perdão à mulher pecadora, muda o seu coração, dá-lhe a possibilidade e a força para começar tudo de novo, para “não mais pecar” (Cf. João 8:11). Nós também devemos colocar em prática o que temos experimentado e entendido. Temos experimentado misericórdia tantas vezes quanto o filho pródigo, devemos aprender a viver no amor de Deus, com sua força: “permaneça no meu amor” (João 15:9). Nós entendemos, assim como o filho mais velho da parábola, que nós nunca podemos nos sentir bem, que não podemos julgar, que devemos aprender a celebrar para cada pessoa que está a caminho do Senhor: será a melhor maneira de fazer desaparecer o mal que está no mundo.

Jericó

Toda a pedagogia desta página evangélica consiste em conduzir escribas, fariseus e cada um de nós neste deserto de que fala o profeta Oséias. Onde o Senhor pode finalmente falar ao nosso coração, um deserto em que não podemos mais evitar reconhecer nossa traição e nossa infidelidade: nós também somos expostos a esta frase, entre as mais significativas já pronunciadas na história da humanidade: “Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela” (João 8:7).

A sabedoria bíblica nos convida hoje a colocarmo-nos defronte ao nosso próprio pecado, para deixarmos cair a pedra com a qual estamos nos preparando para apedrejar nosso vizinho com julgamento, críticas e o dedo apontado. É um convite para nos reconciliarmos com Deus e com nossos irmãos. Jesus nos conduziu ao deserto, e nos encontramos agora como a mulher adúltera, sozinha, na frente Dele: “Eles o deixaram sozinho, e a mulher estava lá no meio ficou só Jesus e a mulher que estava no meio” ( João 8:9).

Primado de Pedro

Não devemos ter medo de encontrar Jesus quando estamos errados, quando estamos em pecado, em fraqueza, em tentação. “Ele sempre nos ama. É a única coisa necessária que pode nos acontecer e que devemos procurar: o encontro com Jesus que toma nossas defesas, nos compreende, nos perdoa e nos salva. Confiemos na misericórdia de Deus. O Senhor deve tornar-se a luz e a força de todos os dias da nossa vida. Sentimos também toda a profundidade do convite de Jesus: “Vá e não peques mais”. Devemos pedir toda a força do Senhor e crer nela. Devemos também pedir muito ao Senhor para sempre retornar a Ele, implorar seu perdão e começar de novo com boa vontade toda vez; e estejamos certos, com o Senhor nós venceremos e Ele nos salvará.

Compartilhe!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.