Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Domingo de Ramos: significado e tradição

De Dentro Geral, Terra Santa Em 19/03/2018


A entrada triunfal em Jerusalém

O Domingo de Ramos que se celebra no último domingo antes da Páscoa, marca o início da Semana Santa, que se conclui com a Páscoa: neste dia de acordo com os Evangelhos, se recorda a entrada de Jesus em Jerusalém, acolhido festivamente pela multidão com ramos de palmeira nas mãos.

É a partir do Domingo de Ramos que se inicia um itinerário que nos leva a percorrer os últimos dias da vida terrena de Jesus, a sua Paixão, a morte na cruz, a sepultura e a Ressurreição, como recorda o Evangelho de Mateus (21,1-11).

Essa entrada triunfal de Jesus em Jerusalém acontece assim para que cumprisse o que foi anunciado pelo profeta Zacarias (9, 9), “dança filha de Sião, dá vivas, filha de Jerusalém, pois agora o teu rei está chegando, justo e vitorioso. Ele é pobre, vem montado num jumento…”

 

A Porta Bela ou Porta Áurea

De acordo com a tradição, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém se tenha dado por esta porta, que antigamente dava acesso ao lado oriental do Templo, sendo uma das mais antigas portas de Jerusalém. Esta porta permitia a entrada direta no Templo para quem vinha do Monte das Oliveiras (cf. Mt 11,1-11).

Destaque para a Porta de Ouro em Jerusalém, vista do alto do Monte das Oliveiras.


Atualmente, esta porta encontra-se murada e fechada. É como o símbolo de todo muro que bloqueia o encontro entre os homens e impede, por isso, também o encontro com Deus, o acesso ao Templo da Presença divina.

 

O peregrino em visita a Jerusalém

Celebrando esse Domingo de Ramos, há um convite aberto para o peregrino que deseja ir a Jerusalém. Ele pode seguir Jesus e entrar como ele fez, na cidade, na sociedade e escutar as suas palavras, olhar os seus gestos, e compreender o amor que explodirá nesta cidade santa e martirizada, para criar um mundo novo de homens, mulheres, jovens, santos e servos de Deus.

Ruas de Jerusalém


Deixemo-nos instruir pelo seu exemplo para podermos sustentar aqueles que sofrem por causa das injustiças, da falta de liberdade e da hipocrisia. A Paixão de Cristo é uma prova por meio da qual, o Senhor assume os nossos sofrimentos e nos conduz rumo à Ressurreição. Todos estes dias da Paixão de Cristo não conseguem ser explicados se não por meio do amor. O restante da semana nos permitirá descobrir até que ponto o Senhor amou o seu povo e com sua morte, abriu sobre a cruz, a Porta da Misericórdia.

 

 
Fontes:

  • Bíblia Sagrada. Versão Online
  • Manual do peregrino: Terra Santa


Embarque para a Terra Santa!


Nós temos condições especiais pra você, entre em contato com a gente: [email protected] ou pelo whats app!

Compartilhe!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.