Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Dedicação da Basílica Lateranense

De Dentro Geral Em 09/11/2018


A Basílica de San Giovanni in Laterano, também chamada de “mãe de todas as igrejas”, é uma das quatro basílicas papais de Roma, juntamente com San Pietro, São Paulo Fuori le mura e Santa Maria Maggiore e, faz parte de um grande complexo monumental que inclui o obelisco egípcio, o Palácio de Latrão e o Santuário da Scala Santa (Escada Santa).

Considerada uma das obras-primas de Borromini, esta esplêndida catedral, fundada entre 311 e 312 dC. pelo papa Melquiades, que está localizada no monte Celio e é, sem dúvida, um destino imperdível para turistas e peregrinos de todo o mundo.

Um pouco de história

O Palácio de Latrão, de propriedade da família imperial, no século IV tornou-se a residência oficial do Papa. A basílica adjacente, dedicada ao Divino Salvador, foi a primeira catedral do mundo. Dedicada então, também aos dois santos, João Batista e Evangelista, por um longo tempo foi considerada a igreja mãe de Roma e hospedou as sessões de cinco grandes concílios ecumênicos.
As Igrejas do mundo, reunidas hoje na Igreja de Roma, reconhecem a “presidência da caridade” já mencionada por Santo Inácio de Antioquia. Da mesma forma, acontece para a festa da Dedicação da igreja catedral de cada diocese, à qual todas as paróquias e comunidades que dela dependem estão “amarradas”. Em todas as igrejas dedicadas a Deus, celebramos o “mistério da salvação”, que opera maravilhas em Maria, nos anjos e nos santos.
Hoje é uma festa do “Senhor”. Ao fazer-se carne, a Palavra armou a sua tenda entre nós (cf. Jo 1,14). O Cristo ressuscitado está presente em sua Igreja: ele é a Cabeça. As igrejas de alvenaria são um sinal desta presença de Cristo: é ele quem fala ali, se entrega em alimento, preside a comunidade reunida em oração, “permanece” conosco para sempre (SC 7).

A Basílica de Latrão foi construída em torno de 314 foi destruída várias vezes e reconstruída tantas outras. É o símbolo da fé dos cristãos nos primeiros séculos, que sentiu a necessidade de se reunir em um lugar comum e consagrado para celebrar a Palavra de Deus e os Sagrados Mistérios.
Por sua longuíssima história, exibe traços arquitetônicos e decorativos de diferentes períodos e estilos, incluindo românico, gótico e barroco.
A basílica S Salvador, destruída várias vezes durante o decorrer dos séculos, sempre foi reconstruída, e sua última reconstrução ocorreu sob o Papa Bento XIII, no ano de 1724. Foi nesta ocasião que foi estabelecida e alargada a toda Cristandade, a festa que celebramos hoje.

As portas centrais de bronze do séc. I a.C.
As portas centrais de bronze na verdade eram as portas originais da Cúria Romana, um dos poucos prédios do Fórum Romano que permanece de pé até hoje.

O obelisco egípcio na lateral da basílica
Na praça ao lado da basílica existe um dos treze obeliscos egípcios antiquíssimos, trazidos para Roma a mando dos Imperadores Romanos. Ele é conhecido como Obelisco Lateranense. É o mais alto de todos os obeliscos egípcios de Roma. Datado do séc. 15 a.C., o que faz dele um dos obeliscos mais antigos exibido mundo afora.

O primeiro batistério do mundo

O batistério lateranense é o primeiro batistério do mundo, e serviu de modelo para todos aqueles que foram construídos depois. Foi construído por volta de 315 d.C. por Constantino, que teria sido batizado ali, quando por motivos políticos decidiu converter-se ao cristianismo. Seu objetivo era que todos os cristãos tivessem, finalmente, um lugar digno onde se batizar, sem que para isso precisassem se esconder.

Antigas muralhas e portas de Roma
A alguns metros do lado esquerdo da basílica, afogada pelo tráfego romano, se encontra um inteiro pedaço das muralhas Aurelianas. Construídas pelo imperador Marco Aurélio entre os anos 271 e 275 d.C., tinham como função defender a cidade de Roma contra invasores.

A Escada Santa
Depois de sair da Basílica, vá ao Santuário da Scala Santa, um destino de peregrinação para os católicos de todo o mundo. Segundo a tradição, Santa Helena, mãe de Constantino, durante sua peregrinação à Terra Santa, mandou desmontar a escadaria que Jesus teria subido para ir ao Sinédrio na presença de Pôncio Pilatos, pouco antes de ser crucificado e transportá-la para Roma. Hoje esta escadaria composta por 28 degraus só pode ser subida de joelhos.
No topo da Scala Santa, uma janela protegida por um vidro muito grosso e uma grade permite que você observe o interior do Sancta Sanctorum. Esta é a capela privada dos papas, ainda considerada um dos lugares mais sagrados do mundo: a frase em latim que se encontra sob o afresco principal diz “Não está em toto sanctior orbe locus”, o que significa exatamente “Não há lugar mais sagrado no mundo”.

Com a SacraTour, você pode visitar em peregrinação a basílica de Latrão e fazer dessa uma ocasião de recordação da grande honra de ser acolhido na Igreja. Ao visitar o batistério, o primeiro batistério público em Roma, se pode recordar os sacramentos do batismo e da confirmação, o começo e a confirmação da vida em Cristo; celebrando a eucaristia na basílica, se recebe a nutrição eucarística: são estes os três sacramentos com os quais a Igreja “começa”, dá à luz e alimenta os seus filhos. A Igreja é verdadeiramente uma Mãe que gera a vida divina. Ela nos transmite tudo o que é e acredita, nos une a Cristo e ao seu mistério pascal.

Fontes:

Bíblia Sagrada

PAOLO LIVERANI. Le radici della fede e gli scavi lateranensi, in Lateranensia n. 2, anno 1994.
G.B. PROJA. L’Arcibasilica Lateranense, in Lateranensia n. 10-11, anno 1999
A. ILARI. Costantiniana Arcibasilica in Laterano, guida storico-bibliografica, Roma 2000
S. PORFIRI (a cura di). Arcibasilica di San Giovanni in Laterano il Battistero e la Scala Santa, Lozzi Roma – 2002
R. LUCIANI. San Giovanni in Laterano, Prospettive edizioni – 2004

Compartilhe!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.