Blog Sacratour

4003-6134 ou pelo whats app! [email protected]

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar por Título
Pesquisar por Conteúdo
Pesquisar nas postagens
Pesquisar nas paginas
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

Corpus Christi

De Dentro Geral, Terra Santa, Vida dos Santos Em 20/05/2018


Anualmente, a segunda quinta-feira após a solenidade de Pentecostes, que ocorre, por sua vez, no sétimo domingo a partir da Páscoa é celebrado o mistério da Eucaristia; Jesus quis permanecer em nosso meio e nutrir-nos como nosso alimento, dando-nos força para caminhar na viagem da vida. Ao mesmo tempo, Ele nos exorta a fazer a experiência da partilha do pão: “Fazei isto em memória de mim” (Lc, 22,19). Viver a Eucaristia, depois de ter recebido a comunhão, significa também exercitar-se no amor e proclamar que Cristo está presente por meio da palavra e da ação.

Instituição da Festa

A solenidade de Corpus Christi é uma festa de preceito, fecha o ciclo das festas do período Pascal e celebra o mistério da Eucaristia instituído por Jesus na Última Ceia. As origens da festa estão enraizadas na Bélgica e se deve às revelações da Beata Giuliana di Retine, que em 1246 era priora no Mosteiro de Monte Cornélio, em Liegi. Nesse tempo, a festa em honra ao Corpo de Cristo foi introduzida somente na diocese de Liegi, sendo estendida a todo o cristianismo depois do milagre eucarístico de Bolsena, no qual, da hóstia saíram algumas gotas de sangue para testemunhar a presença real do Corpo de Cristo. A tradição conta que em 1263, um sacerdote, em peregrinação a Roma, parou em Bolsena para celebrar a Eucaristia. No momento de partir a hóstia consagrada, duvidou da presença real de Jesus com seu Corpo e Sangue. Diante da sua dúvida, da hóstia, começou a sair algumas gotas de sangue, que mancharam o corporal de linho (atualmente conservado na Catedral de Orvieto) e algumas pedras do altar, guardadas até hoje em urnas, na Basílica de Santa Cristina. Sabendo desse acontecimento, Papa Urbano IV instituiu oficialmente a festa de Corpus Christi.

 

A comunhão no Espírito

Jesus veio ao mundo e permanece conosco na Eucaristia. Isso Ele fez por amor e, para ensinar-nos a amar, conforme nos narra o evangelista João: “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1). Depois partiu o pão e disse: “Este é o meu corpo, que será entregue por vós” (Lc 22,19). Por isso, podemos afirmar que a Eucaristia é um verdadeiro nutrimento espiritual para cada um e para a comunidade inteira. Desse modo, o Apóstolo Paulo nos ensina que: “Por haver um único pão, nós que somos muitos, somos um só corpo, pois todos participamos de um único pão” (1 Cor 10,17).

Nas palavras de São João Paulo II, “é por meio da comunhão com o Corpo e o Sangue, que Cristo nos comunica também o seu Espírito”. Essa ideia vai ao encontro do que diz o Missal Romano: “A nós que nos nutrimos do Corpo e Sangue do teu Filho, dai-nos a plenitude do Espírito Santo, para que nos tornemos um só corpo e um só espírito”. Assim sendo, conforme nos diz o Papa Bento XVI, “é na força da ação do Espírito Santo que Cristo permanece presente e operante em sua Igreja, a partir do seu centro vital que é a Eucaristia”.

Primeiramente a Igreja pede que o Espírito Santo venha sobre os dons, pão e vinho, para santificá-los, tornando-os sacramento do Corpo e Sangue de Cristo. Em seguida, invoca o mesmo Espírito, para que os que comerão os dons santificados, tornem- se com Cristo uma coisa só. O Espírito Santo está em ação com o Pai e o Filho, do início até a consumação do Projeto da nossa salvação.

Peregrino no Santuário do Milagre Eucarístico, em Lanciano (Itália)

 

O Milagre Eucarístico de Lanciano

Documentos atestam que por volta do ano 750, durante a celebração de uma missa na cidade de Lanciano, na região de Abruzzo, depois da consagração, a hóstia se transformou em Carne e o vinho, em Sangue. Esses sinais históricos da verdadeira Carne e verdadeiro Sangue, são conservados no Santuário do Milagre Eucarístico, em Lanciano, até os dias de hoje.

Escolhendo um dos nossos roteiros que passa por Lanciano, você pode adentrar o Santuário do Milagre Eucarístico, e entrar em comunhão com Deus, presente na frágil aparência do pão e do vinho. É o momento de silenciar, de se recolher e parar diante do Milagre que estás prestes a admirar. O convite é: acolha e guarde esta memória de Deus para você. Esse Milagre é um suporte para crer que Jesus vive na Igreja, e quer deixar no peregrino, um sinal de fé que jamais será apagado. Colha os frutos espirituais dessa peregrinação e permita que o Senhor imprima em seu coração a palavra, fruto de sua promessa: “eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mt 28,20).

Fonte:

  • Benedetto XVI, Messaggio per la XXIII Giornata Mondiale della Gioventù del 2008, n. 4.
  • TABORDA, F. O memorial da Páscoa do Senhor: ensaios litúrgicos-teológicos sobre a eucaristia. São Paulo: Loyola, 2009.

Conheça os Santuários Marianos com a gente!

Nós temos condições especiais pra você, entre em contato com a gente: [email protected] ou pelo whats app!

Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.